Álcool prejudica mais o cérebro que marijuana Drogas / Feature / Notícias / Outras Drogas / Science

Analisando imagens cerebrais de 1.292 pessoas, incluindo adultos e adolescentes, os cientistas observaram que a estrutura cerebral sofre alterações associadas ao consumo de álcool a longo prazo.

A pesquisa, publicada no periódico Addiction, considerou os efeitos do álcool e da canábis em 853 adultos, com idades entre 18 e 55 anos, e em 439 adolescentes com idades a partir de 14 anos.

Os autores do estudo observaram nas imagens cerebrais que houve maiores reduções no volume de massa cinzenta e de substância branca, associadas ao consumo de álcool. A massa cinzenta controla o funcionamento do cérebro, e a substância branca controla a comunicação entre os nervos no órgão. A perda de ambos contribui para uma maior desinibição e impulsividade, o que poderá resultar em comportamentos violentos e auto destrutivos.

“Enquanto a canábis pode também trazer consequências negativas, ela não está definitivamente nem perto das consequências negativas do álcool”, afirmou Kent Hutchison um dos responsáveis pelo estudo, ao site Medical News Today.

Ainda ao Medical News Today, um grupo de pesquisadores informou, no último ano, ter observado um risco maior de psicose em adolescentes que consomem a droga, comparativamente aos que se abstém. Outro estudo apontou que os efeitos da marijuana para a saúde cardiovascular são piores do que os cigarros. Por outro lado, os produtos derivados da erva podem ajudar no combate à enxaqueca, segundo algumas pesquisas. Outras indicam ainda que eles podem ajudar no aumento do apetite sexual.

Fonte:  

POR LILIANA LOPES MONTEIRO

LIFESTYLE SUBSTÂNCIAS


Comecei a ingerir bebidas alcoólicas aos 14 anos de idade, me tornei alcoólatra e hoje estou em recuperação.