Álcool compromete o cérebro mesmo sem causar embriaguez Alcoolismo / Feature / Notícias

Pessoas que bebem com mais frequência têm menor autopercepção de como o álcool afeta sua capacidade cognitiva, o que as coloca em um risco maior de danos

 

Pessoas que bebem com frequência tendem a não sentir os efeitos do álcool, mesmo depois de algumas doses. No entanto, ainda é preciso ter cuidado. De acordo com estudo liderado pelo Sistema de Saúde para Veteranos do Exército de San Diego, nos Estados Unidos, embora não percebam, essas pessoas também enfrentam problemas cognitivos como redução da velocidade das habilidades motoras, memória de curto prazo e processamento complexo, o que pode ser grave.

 

Um novo estudo mostrou que embora pessoas que bebam grandes quantidades de álcool com frequência não percebam seus efeitos no organismo, a substância afeta sua capacidade cognitiva o que acaba colocando essas pessoas em maior risco de acidentes. (Thinkstock/Thinkstock)

 

Fonte: Veja / Abril/2017


Comecei a ingerir bebidas alcoólicas aos 14 anos de idade, me tornei alcoólatra e hoje estou em recuperação.