Bebidas diet misturadas com álcool devem ser evitadas

Se você costuma misturar bebidas alcoólicas com bebidas diet, cuidado! Recente estudo, que está programado para ser publicado no periódico “Alcoholism: Clinical & Experimental Research” trará o alerta de que essa mistura pode provocar um aumento do teor de álcool no ar expirado (TAE).

O estudo, realizado pelo professor e diretor do departamento de saúde comportamental no Centro de Ciência e Saúde UNT, Dennis L. Thombs teve a participação de 16 voluntários, que se submeteram a três avaliações. Nestas análises foram consumidas três tipos de doses: 1.97 ml/Kg de vodca com 3.94 ml/Kg de refrigerante; 1.97 ml/Kg vodca com 3.94 ml/Kg de refrigerante diet e uma bebida placebo.

O resultado foi que o álcool misturado a bebidas dietéticas apresentou um índice mais elevado de TAE do que misturado a refrigerantes comuns. O autor acredita que o álcool misturado com a bebida doce pode vir a retardar a absorção do álcool pela corrente sanguínea, pois nessa condição, o álcool é assimilado pelo estômago como alimento. O mesmo não acontece com as bebidas diet, que não possuem açúcar, e são absorvidas pelo estômago de forma muito mais rápida.

O risco maior é para as mulheres. De olho no aumento de peso, as consumidoras femininas costumam consumir mais álcool com bebidas diet. Uma preocupação não muito presente no universo masculino.

Fonte: Jornal A Tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *