Consumo de álcool

No Brasil, descontados os 5% ou 6% de abstêmios que rejeitam química e mentalmente o álcool e, se o ingerem, passam mal, todos bebem. Há, porém, uma grande distância entre os que tomam um copo de cerveja ou vinho de vez em quando, e os que bebem doses maiores. Gira entre 12% e 15% o número de bebedores pesados. Isso significa que 30 milhões de brasileiros apresentam dificuldade em lidar com o álcool.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) estabelece que a doença está instalada quando a ingestão diária de álcool atinge 60 gramas. Esse dado é relevante, mas não constitui a regra. Os grandes bebedores dos finais de semana podem ou não ser alcoólicos, clinica de recuperação apesar de se absterem da droga nos outros dias.

Veja Também – Padrões de Consumo

Fonte: drauziovarella.com.br

Deixe uma resposta