Por que não dá para confiar na “cerveja sem álcool”? Alcoolismo / Feature / O álcool

A cerveja sem álcool é a solução para aquela reunião em que todos estão bebendo uma latinha e você não quer ser o único a tomar água ou refrigerante, certo? Errado! A seguir eu vou explicar o porquê você, especialmente ser for um alcoólatra em recuperação, não deve confiar em cerveja sem álcool.

Legislação

Embora as empresas usem o termo “sem álcool”, na verdade, a cerveja pode conter, sim, a substância, porém, em menor quantidade. E, acredite, isso não viola o Código de Defesa do Consumidor como publicidade enganosa porque existe a lei 8.918/94 no qual admite que as cervejas com teor alcoólico igual ou inferior a 0,5% em volume sejam classificadas como “sem álcool” e deixem de apresentar no rótulo a advertência de que o produto contém álcool.

Ou seja, na verdade, a cerveja pode ter uma quantia pequena de álcool porque a legislação permite que até 0,5% em volume possa ser chamada de “cerveja sem álcool”.

O alcoolista

Sabemos que o alcoolista terá que cuidar de sua abstinência pelo resto de sua vida. Logo, ingerir álcool, mesmo em menor quantidade, fará com que as chances de recaída aumentem, além de facilitar as situações de risco (bar, por exemplo). Sendo assim, a cerveja sem álcool só atrapalha o alcoolista e deve ser evitado.

Vale a pena ler a opinião de especialistas clicando aqui.


Comecei a ingerir bebidas alcoólicas aos 14 anos de idade, me tornei alcoólatra e hoje estou em recuperação.

  • Marcos Roberto
  • Andre Mesquita

    Realmente devemos tomar cuidado sim, mas antes de tudo devemos nos informar. Existem no mercado algumas marcas de cervejas classificadas como “cerveja sem álcool” e possuem uma gradação alcoólica mínima, mesmo sendo mínima consta a informação no rótulo. Existem umas duas marcas que trazem no rótulo a inscrição 0,0%. Oferecem segurança para quem se afastou do consumo do álcool, mas gosta do sabor da cerveja, inclusive mesmo que você consuma algumas latinhas e passe pelo teste do bafômetro, não irá acusar nada. Lembrando que a tolerância do teste do bafômetro é zero, ou seja, não pode ter nenhum vestígio de álcool.
    Quando forem a um supermercado, façam essa comprovação. Vocês vão ver que existem algumas classificadas como “sem álcool” que trazem a porcentagem impressa no rótulo, realmente algumas possuem 0,3℅. Outras possuem 0,0℅ basta ler os rótulos está tudo às claras.
    Na minha humilde opinião, a cerveja completamente sem álcool oferece uma boa opção ao consumo de refrigerantes, pois quem para de beber cerveja acaba consumindo muito refrigerante como alternativa e, como sabemos, refrigerantes e sucos de caixinha tem muito açúcar.

  • Atila Serdera

    Perigosíssimo, meu pai é alcoolatra e evita até suco de uva, pois lembra de vinho.

    • Junior Junior

      Devem ficar longe, o avô do primo de um amigo meu é alcoolatra, então evita comer peixe, pq normalmente temperam os peixes com limão, o que lembra caipirinha.