Nova clínica de reabilitação é inaugurada em Curitiba

Entrada da Clínica de Reabilitação em Curitiba
Entrada da Clínica de Reabilitação em Curitiba

Os médicos diretores da unidade, Dr. Guilherme Pereira da Costa Gois e Dr. Gustavo Sehnem, são psiquiatras especialistas em dependência química e perceberam em suas vivências que faltava opção para quem precisa de internação para tratar a dependência química e alcoolismo.

“Nós sabemos o quanto as famílias sofrem quando têm um familiar dependente químico. Por isso, ao criarmos a unidade pensamos em como acolher com segurança os pacientes, tanto para internações voluntárias quanto involuntárias. A nossa experiência possibilitou que pensássemos em um lugar confortável e adequado”, explicou Dr. Sehnem.

Dr. Gustavo Sehnem – Médico psiquiatra e Diretor da unidade de internação da Clínica Viva em Curitiba

“Decidimos tentar criar algo diferente, onde pudéssemos promover aos pacientes e seus familiares a possibilidade de recuperação. Durante o processo de realização deste sonho, conhecemos a Clinica Viva, um parceiro que tem a mesma visão nossa: buscar um tratamento diferenciado e de qualidade para o paciente, casando com o nosso objetivo de oferecer qualidade assistencial ao dependente”, completa Dr. Gois.

Dr. Guilherme Pereira Gois – Médico psiquiatra e Diretor da unidade de internação da Clínica Viva em Curitiba
Dr. Guilherme Pereira Gois – Médico psiquiatra e Diretor da unidade de internação da Clínica Viva em Curitiba

Infraestrutura

A nova clínica de internação da Clínica Viva conta com toda a infraestrutura necessária para o atendimento de dependentes químicos: 60 leitos, sendo 50 para homens e 10 para mulheres, enfermaria, consultório médico, set terapêutico, sala multimídia, biblioteca, ateliê ocupacional, amplo refeitório e espaços para a prática de diversas atividades físicas, como futebol, vôlei, basquete, ping pong, entre outros. A unidade conta, também, com suíte diferenciada para acessibilidade de deficientes físicos e monitoramento por câmeras.

Toda a estrutura é em uma área verde de 20.000 m², proporcionando um ambiente terapêutico acolhedor e tranquilo. O local está devidamente autorizado pela Vigilância Sanitária e demais órgãos competentes, inclusive, seguindo todos os requisitos para a realização de internações compulsórias e involuntárias.

Saiba mais no vídeo abaixo, confira:

Reabilitação Completa

No modelo terapêutico da Clínica Viva o dependente químico ou alcoolista fica internado por um curto período, conforme o diagnóstico clínico. Durante este tempo ele passa pelo processo de desintoxicação acelerada, acompanhamento médico, terapia individual e em grupo com profissionais especializados, prática de atividades recreativas e planos terapêuticos individualizados para que o foco seja a necessidade de cada paciente.

Um ponto a se destacar na metodologia é a base nas técnicas de terapia cognitivo-comportamental que objetiva a mudança do estilo de vida a partir do empoderamento do paciente diante às diversas situações. Não há a aplicação do método clássico dos doze passos, amplamente difundido entre os grupos de ajuda mútua e comunidades terapêuticas.

Equipe de profissionais da Clínica Viva em Curitiba
Equipe de profissionais da Clínica Viva em Curitiba

Para a reabilitação completa, a unidade possui uma equipe multidisciplinar composta por psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, educador físico, musicoterapeuta, além da equipe de apoio, como técnicos administrativos, técnicos de enfermagem e seguranças. Tudo pensando no melhor para o paciente conquistar a plena recuperação e reinserção ao convívio familiar e social.

Após o período de internação, há continuidade do tratamento em uma das 15 unidades ambulatoriais da Clínica Terapêutica Viva presentes no Brasil, evitando, assim, que o dependente sinta-se desamparado durante a reinserção – motivo no qual muitos recaem após a internação.

Para saber mais, ligue para 0800 701 8482 ou acesse www.clinicavivacuritiba.com.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Clínica Viva

Deixe uma resposta