‘Se beber, não nade’: a perigosa ligação entre álcool e mortes por afogamento

Duas organizações da área da saúde, o Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (CISA) e a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), que estão lançando uma campanha para alertar sobre o papel do álcool nos afogamentos, alertaram que há um erro na ação de beber copo de cerveja refrescante para acompanhar um mergulho na água do mar.

Na verdade, os afogamentos – que matam mais de uma dezena de pessoas por dia no Brasil -, para os quais o álcool é considerado um importante fator de risco, são um tema que preocupa em todo o mundo. De acordo com a estimativa mais recente e consolidada da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 2014, cerca de 370 mil pessoas morrem afogadas no planeta anualmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *