5 Dicas para convencer um alcoolista fazer tratamento

A atitude mais comum do dependente de álcool é a negação de que está doente. Muitas famílias reclamam que não conseguem convencer um alcoolista de que ele precisa de tratamento. Iniciar uma simples conversa sobre alcoolismo já é motivo de discussões ou reações negativas.

Por isso,  preparamos algumas dicas de como motivar o alcoolista buscar tratamento especializado:

1)      Converse

É preciso abordar o alcoolista com calma, paciência e sem agressividade. Também é importante esperar para que a conversa seja em um momento de sobriedade do dependente pois, assim, ele está mais consciente dos atos e são menores as chances de agressividade.

2)      Mencione as consequências

Não deixe de mencionar os problemas enfrentados por ele e por toda a família devido ao alcoolismo. Desde problemas na família, comportamentos agressivos até a saúde debilitada. Se precisar, faça uma lista.

3)      Dê um basta nas desculpas

Queremos proteger quem amamos e isso, às vezes, nos leva a agir de um jeito que não ajuda. É o caso de gente que fica inventando desculpas para os atos da pessoa, por exemplo. Deixe que ela assuma as próprias ações. O excesso de proteção do dependente pode deixar o familiar doente. É o caso da codependência.

4)      Pesquise

Quanto mais informações a respeito da dependência do álcool, melhores são os argumentos na hora de conversar com um alcoolista. Se a pessoa tiver a iniciativa de buscar ajuda, não deixe que ela desista: agende um horário e, se possível, vá junto à primeira consulta.

5)      Intervenha

Se a pessoa não aceita ajuda, intervenha. Procure uma clínica especializada que possa realizar essa intervenção. A lei garante o direito da família recorrer à internação involuntária quando a pessoa oferece riscos a si e aos outros mas, mesmo assim, não quer se tratar.

Tratamento do Alcoolismo

Programa intensivo de reabilitação

CLIQUE PODEMOS TE AJUDAR

10 comentários sobre “5 Dicas para convencer um alcoolista fazer tratamento”

  1. Pingback: Mães e o álcool: as faces da dependência - Alcoolismo

  2. Meu cunhado tem esquizofrenia e toma medicação pesada para o tratamento, porém há messes ele vem aumentando o consumo de bebida alcoólica, hoje ele consume 8 latas de cerveja diariamente.
    Esse quadro me preocupa muito pois a medicação perde o efeito com a bebida, gostaria de saber o que posso fazer já que a familia abriu mão.

  3. Pingback: 11 dicas essenciais para ajudar um alcoólatra - Alcoolismo

  4. Pingback: O estigma na dependência de álcool | Alcoolismo

  5. Pingback: 11 dicas essenciais para ajudar um alcoólatra | Alcoolismo

  6. Pingback: Há 4 milhões de alcoólatras no Brasil, segundo OMS | Alcoolismo

  7. Pingback: Mães e o álcool: as faces da dependência | Alcoolismo

  8. Pingback: Drunkorexia: 9 fatos sobre a doença que talvez você não saiba | Alcoolismo

  9. Pingback: Alcoolismo: entenda os tipos de internação | Alcoolismo

  10. Pingback: Você sabe reconhecer um alcoólatra? | Alcoolismo

Deixe uma resposta