Alcoolismo é tema da novela “Em Família”

Um homem está caído no banheiro, ao lado do vaso sanitário, e apresenta sinais de que andou exagerando no álcool. Mais uma vez. O cunhado, ao ver a cena, ajuda o homem tomar banho e coloca-o na cama. Porém, quando a irmã vê o estado de embriaguez do homem, perde a cabeça e, no ápice da raiva, resolve dar uma surra, como se ele fosse parar de beber ao ser agredido.

A cena descrita acima foi exibida na última quinta-feira (27) na novela “Em Família” (assista aqui), em que o cunhado é o Virgílio (Humberto Martins), a irmã é a Helena (Julia Lemmertz) e o alcoolista é o médico Felipe (Thiago Mendonça).

A ficção exibiu uma situação que ocorre na vida real de alguns dependentes de álcool: a agressão. Seja verbalmente ou fisicamente, alguns membros da família ‘se cansam’ de ver mais um episódio de abuso de álcool e agridem o dependente. Porém, os especialistas são enfáticos: não adianta bater, xingar ou coisas semelhantes. O alcoolismo é uma doença crônica, ou seja, não tem cura. Porém, com um tratamento adequado, é possível ter uma vida saudável e sem prejuízos pessoais e profissionais.

Saiba mais sobre os níveis de dependência de álcool

A psicóloga Sonia Paes Breda, da Clínica Viva, explica que o tratamento é prescrito conforme o nível em que se encontra o dependente. “O paciente passa por formas de terapia em grupo e psicoterapia individual, para que possa lidar com os aspectos emocionais que o leva beber. Além de aprender técnicas para evitar as recaídas. Em alguns casos, é preciso internação.”, diz.

“Esse tema precisa ser discutido”

Enquanto os dramas vividos por Felipe e sua doença estão apenas no começo, seu intérprete, Thiago Mendonça, revela que é preciso dar atenção ao alcoolismo. “O meu desafio é conseguir debater esse tema que precisa ser discutido e que é comum na vida de muita gente. O Maneco [autor da novela] brinca que todo mundo tem um tio alcoolista na família e eu faço ele nessa história”, completa o ator.

Thiago explica os dilemas do personagem e indica que suas atitudes terão consequências. “O Felipe tem seu prazer em beber, mas vai além e começa a atrapalhar a vida profissional, inclusive porque ele é médico. Ele chega bêbado para trabalhar e acaba dormindo no trabalho, mas, muitas vezes, é salvo por Silvia (Bianca Rinaldi). Ela chega a defendê-lo, mas acho que isso vai causar grandes problemas”, afirma.

Em relação à cena da surra, o ator conta que foi desgastante emocionalmente. “Fiquei com pena do Felipe. Foi uma situação bastante humilhante pra ele. Um cara com a formação profissional que ele tem, tendo que passar por isso. Mas entendo que para a Helena tenha sido uma situação desesperada de quem não sabe mais o que fazer”, diz.

Com informações de O Globo 

Um comentário sobre “Alcoolismo é tema da novela “Em Família””

  1. Meu espelho está neste personagem, mais só por hoje estou abstenio do álcool, caminhando para 9 anos “SÓ POR HOJE”. Não cheguei a apanhar, mais fui expulso de casa, mendiguei nas ruas por um bom tempo, até minha irmã conseguir uma internação numa clinica de recuperação em Campo Grande “CREDEQ”. Hoje meu Poder Superior é quem governa minhas vida, antes queria fazer as coisas a meu jeito, só dava cachaça.
    A recuperação tem um preço “Renuncia, Aceitação, Modificar” “RENUNCIAR” os amigos da ativa, lugares e hábitos. “ACEITAR” que sou um alcoólatra, que perdi que a ficha caiu. “MODIFICAR” a mim não o outro, que se eu não mudar, nada muda, modificar meus defeitos de caráter.
    Mas 24 horas.

Deixe uma resposta